Sensores de animais: Antenas

Published by Amanda on

insetos

As antenas são órgãos sensoriais exercem importante função sensitiva nos insetos, podendo servir para identificar odores, sabores, sons e auxiliar no equilíbrio. Elas possuem células especiais, adaptadas para perceber e identificar substancias químicas. As diferentes formas de antena advêm da necessidade do inseto, como por exemplo antenas longas e finas tem finalidade tátil, para que o inseto perceba seu ambiente.

1. As diferentes funções das Antenas 

A seguir vamos ver alguns exemplos de diferentes funções das antenas na natureza.

  • Joaninha

joaninha

Possuem duas antenas curtas que servem para sentir o cheiro e o gosto. Para manter as antenas limpas, as joaninhas as esfregam com o primeiro par de patas, e, desta forma, removem resíduos que podem interferir em sua sensibilidade.

  • Baratas

barata

As antenas desempenham um papel fundamental na sobrevivência da barata servindo não apenas como elemento de direção, mas também podendo captar vibrações no ar ou ainda cheirar alimentos. E é também por causa das antenas que elas conseguem sair correndo antes mesmo de você chegar até elas.

  • Borboletas

borboleta

As borboletas têm antenas notáveis que as ajudam a encontrar o caminho, as localizam umas às outras e até mesmo as horas do dia. Elas não têm nariz, mas têm receptores de cheiro nas antenas. Além disso, as borboletas usam suas antenas como receptores de luz. As antenas rastreiam a posição do sol e transformam essas informações em uma hora do dia. Outro elemento-chave das antenas de borboletas é sua capacidade de ajudar as borboletas a voar na direção certa. As antenas podem detectar a direção do vento e mudar nessa direção, ajudando uma borboleta a percorrer as correntes de vento sem se perder ou ficar desorientada.

  • Mosquitos

mosquito

Os machos de mosquitos, que não tem ouvido, captam com as antenas os sons emitidos pela fêmea. Já os mosquitos sugadores de sangue detectam pela antena o dióxido de carbono liberado pela respiração humana.

 

  • Formiga

Formigas tateiam o lugar onde estão andando com as antenas, pois a maioria delas é cega. Você já viu uma formiga perdida? Provavelmente ela está procurando o formigueiro pelo cheiro. As formigas sentem o cheiro através de suas antenas e se comunicam através do rastro de substancias químicas deixado por suas companheiras.

 

 

2. Usando um sensor de toque do EV3

O nosso robô EV3 possui um sensor que se assemelha a antena dos animais. Um sensor de toque funciona como um simples botão de apertar que pode ser pressionado ou liberado. Os valores do sensor são representados por leituras verdadeiro/falso nas quais pressionado = verdadeiro (1); liberado = falso (0).

sensor de toque

Vamos aprender a nos orientar através do sensor de toque do nosso robô EV3 ? 

  1. Bom o primeiro passo é fazer login na plataforma Open Roberta Lab. e selecionar o EV3.
  2. Em seguida vamos selecionar os comandos de controle e a opção repetir para sempre então. Caso você não se lembre usamos esse comando com sensores, pois queremos sempre saber se o sensor foi ou não acionado. Assim sabemos qual ação devemos tomar. pratica1
  3. Ainda nos comandos de controle vamos precisar de uma condição para caso o nosso robô encontre um obstáculo ele desvie. Neste caso vamos escolher o comando se então/ senão, pois caso o robô não encontre nenhum objeto queremos que ele continue se movimentando. pratica2
  4. Agora vamos selecionar o comando de sensores, nele é possível encontrar a opção que pergunta ao robô se o sensor de toque foi pressionado. Vamos encaixar este comando na nossa condição se, formando a pergunta “Se o sensor de toque pressionado”pratica3
  5. Chegou a hora de definir o que deve acontecer quando o sensor for pressionado. Para nos livrar desse obstáculo podemos pedir para o robô que ele vire a direita ou a esquerda para desviar. Nos comandos de acção podemos selecionar a opção virar a direita em 90 graus e encaixa-la no entãopratica4
  6. A seguir vamos voltar nos comandos de acção e escolher a opção mover pra frente a uma velocidade, uma vez que caso o sensor não tenha sido pressionado queremos que o nosso robô esteja em movimento. Formando assim a frase “Senão mova para frente a uma velocidade”pratica5
  7. Chegou a hora de conferir como ficou !!! gifamanda
Agora é sua vez de inventar e brincar com o EV3!
Atividade Prática – Desviando de obstáculos

Bem-vindas à sua quarta oficina no STEAM4Girls. Nela você terá que desenvolver um código pro robô EV3 que utilize o sensor de toque. O código terá que:

  • Acionar o apito e desviar ao tocar no obstáculo.
  • O robô deve sempre estar em movimento pelo mapa.

Uma dica: na nossa segunda atividade nos aprendemos a utilizar o apito, aqui no nosso robô os comandos serão os mesmo. Eles podem ser encontrados clicando no  ☆2 para aumentar os comandos e em acção é possível ver o símbolo de som. Não esqueça de se divertir … o céu é o limite!

Bom desafios e bom aprendizado!

minibio amanda

Categories: Oficinas

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *